Idioma Equivalências Métodos de Avaliação Vagas Valor da Bolsa
Inglês

Tópicos de Engenharia Biomédica;

Métodos de Imagem Médica;

Opção II:

Opção I;

Radiação e Radioterapia.

Avaliação contínua
(Trabalhos, Quizzes) + Exames

2
340€/mês

Mª Inês Ribeiro

Aluna de Engenharia Biomédica | 4º ano

Entrevista feita no dia 15 de Maio de 2020

Ano de Erasmus: 4ºano / 1º semestre.

Localização: O meu alojamento era no centro com supermercados e monumentos a menos de 5min a pé. A universidade tem os polos espalhados pela cidade e uns são mais perto do centro do que outros. Eu tinha aulas em dois, um deles era muito perto do centro e o outro era um pouco mais longe e demorava cerca de 15 min de bicicleta (o único meio de transporte que utilizava).

Equivalências: 

  • Tópicos de Engenharia Biomédica
  • Métodos de Imagem Médica
  • Opção II
  • Opção I
  • Radiação e Radioterapia

Idioma das aulas: Inglês. 

Método de avaliação: 50% da nota e o resto são projetos ou quizzes .

Reputação: A universidade está à volta dos 70º na Europa.

Vagas: 2 vagas, ambas para biomédica.

Área de foco do mestrado: Tem várias vertentes, eu fiz cadeiras de várias áreas tais como biomateriais e radiação e radioterapia.

Valor da bolsa: Perto dos 1700 euros.

Preço do alojamento: Pagava de renda no alojamento 510€. O transporte era uma bicicleta (que custou 75 euros).

Orçamento mensal em alimentação: Em alimentação gastava mais ou menos o mesmo que em Portugal, cerca de 150€ por mês.

Pontos de interesse: Os jardins (cujo nome não sei pronunciar), o centro da cidade é muito giro, as praças, o Martini plaza, os moinhos, etc.

Acolhimento: Senti-me muito bem recebida, gostei imenso, nesse aspeto eles são impecáveis.

Experiência (outros comentários): Acho que a mentalidade dos estudantes de lá, principalmente a nível do mestrado, é completamente diferente da nossa. Lá para além de serem mais velhos que nós, a maioria já tem uma noção maior do que quer fazer, porque também já têm alguma experiência de trabalho e penso que isso vai fazer bem a qualquer pessoa portuguesa porque nós não temos cá isso e essa partilha é uma grande vantagem para nós.

Margarida Antunes

Aluna de Engenharia Biomédica | 4º ano

Entrevista feita no dia 16 de Maio de 2020

Ano de Erasmus: 4ºano (2019).

Localização: O local onde fiquei alojada era perto de tudo, estava no centro da cidade (que também não é muito grande), a 5 minutos de bicicleta ou a 10 min a pé de supermercados, da faculdade e de autocarros e estação de comboio.

Equivalências:

  • Tópicos de Engenharia Biomédica 
  • Opção I 
  • Métodos de Imagem Médica
  • Radiação e Radioterapia
  • Opção II 

Idioma das aulas: Inglês. 

Método de avaliação: O semestre lá está dividido em 2 trimestres: No 1.º trimestre – 2 cadeiras com exame escrito em novembro e outra que era avaliação contínua; No 2.º trimestre –  1 cadeira por exame escrito e outra que era fazer 2 trabalhos (se escolherem as cadeiras certas, faz-se muito tranquilamente, tive apenas uma aula prática de uma cadeira o semestre inteiro, e 3 trabalhos para entregar no total).

Reputação: Fui ver à internet e na World University Rankings 2020 está em 73º lugar.

Vagas: 2, ambas para Biomédica.

Área de foco do mestrado: Depende muito das UCs que escolham fazer, eu por exemplo escolhi cadeiras de 3 mestrados diferentes (mestrados de EB que existem: Biomaterials Science and Engineering, CEMACUBE, Diagnostics Imaging and Instrumentation, Medical Device Design, Biomedical-Industrial-Mechanical).

Valor da bolsa: Cerca de 1600 €, pouco mas ajuda.

Preço do alojamento: 487€ por mês, com despesas incluídas.

Orçamento mensal em alimentação: Gastava cerca de 150€, mas não tenho a certeza.

Pontos de interesse: Martini Tower, o Mercado todas as 3as, 6as e sábados, Groningen Forum, Noorderplantsoen, 3 sisters (maior pub da europa), Grote Market…

Acolhimento: Foi excelente, tive acolhimento por parte das pessoas locais, das pessoas da universidade, das pessoas da faculdade, dos meus colegas de casa (literalmente atividades com todos estes grupos).

Experiência (outros comentários):
Vários conselhos:
 – Tentem ficar alojados numa residência pequena (40-50 pessoas), como foi o meu caso, porque foi a melhor experiência do Erasmus para mim. Eu vivia numa casa com 40 pessoas do mundo inteiro, literalmente, desde os EUA, até à Austrália. Partilhávamos uma sala e uma cozinha e estávamos sempre juntos. Eles foram mesmo a minha família enquanto lá estive!
– Comecem a procurar casa ontem. O mercado do alojamento está horrível, quando cheguei lá havia grupos de pessoas acampadas nos campos da faculdade porque não tinham casa.
– A coisa mais fixe em Groningen é a nightlife – todos os dias há festa na rua até super tarde – aproveitem!
– Primeira coisa a fazer ao chegar: comprar uma bike e não se deixem roubar, eles vendem a preços excessivos por vezes
Comentários:
– Groningen é uma cidade de estudantes, e ainda mais, para estudantes, grande parte deles estrangeiros. É mesmo muito fácil conhecer pessoas.
– Os preços de supermercado são muito semelhantes aos de Portugal, especialmente se comprarem no mercado.
– Os preços relativos a saídas à noite também são muito acessíveis porque está tudo feito para os estudantes.