“A visão da Luz Saúde é ser um operador de referência na prestação de cuidados de saúde, pela prática de uma medicina de excelência e inovação em cuidados de elevada especialização e complexidade.”

Localização: Torres de Lisboa, a 8 minutos da estação de metro das Laranjeiras

Missão: Alcançar os melhores resultados de saúde na perspetiva dos doentes através de um diagnóstico e tratamento rápido e eficaz, com absoluto respeito pela sua individualidade e criar uma organização capaz de atrair, desenvolver e reter pessoas excecionais. Por forma a cumprir a sua Missão, a Luz Saúde, através dos seus colaboradores, assume o compromisso de: Excelência em Cuidados de Saúde, Tecnologia e Inovação,  Talento e Formação.

Unidades: O grupo presta os seus serviços através de 30 unidades:

  • 15 hospitais privados( Hospital da Luz, Hospital do Mar Cuidados Especializados, Hospital da Misericórdia de Évora);
  • 1 hospital do Serviço Nacional de Saúde (SNS) explorado pela Luz Saúde em regime de Parceria Público Privada (PPP) (Hospital Beatriz Ângelo);
  • 12 clínicas privadas a operar em regime de ambulatório(Hospital da Luz);
  • 2 residências sénior(Casas da Cidade Residências Sénior).

Está presente nas regiões norte, centro, centro-sul de Portugal Continental e na Região Autónoma da Madeira.

 

Especialidades:  O Hospital da Luz encerra um total de 52 especialidades tais como Anestesiologia, Cardiologia, Cirurgia Geral, Dermatologia, Endocrinologia, Genética Médica, Imagiologia, Medicina Intensiva, entre outros. 

Os nossos estagiários

Rita Alves

Estágio PIPP Realizado em 2019

Duração do estágio: 4 semanas

No que consistiu o estágio? Tiveste que desenvolver algo ou tratou-se de um estágio de carácter observacional?

No âmbito da Unidade Curricular Programa de Introdução à Prática Profissional estagiei no Centro de Cirurgia Robótica e Minimamente Invasiva, do Hospital da Luz Lisboa. Este estágio foi sobretudo um estágio de carácter observacional. Durante estas 4 semanas estive no bloco operatório a assistir, maioritariamente a cirurgias realizadas com o Robot DaVinci, na especialidade de urologia, e a algumas cirurgias laparoscópicas e endoscópicas. Para além deste serviço, tive ainda a oportunidade de visitar os serviços de Radioterapia e Imagiologia, onde percebi de facto o papel que um Engenheiro Biomédico pode desempenhar num hospital, quer ao nível do controlo de qualidade dos equipamentos utilizados ou o desenvolvimento de softwares de diagnóstico ou de processamento de imagens médicas.

O estágio realizado foi ao encontro das tuas espectativas?

Em suma, foi uma boa experiência que me permitiu ter uma melhor noção das saídas profissionais na vertente hospitalar. Contudo sinto que o estágio, por ter sido apenas observacional, poderia ter tido uma duração mais pequena, uma vez que passei muito tempo no bloco a assistir a cirurgias do mesmo tipo.

Marta Patrocínio

Estágio PIPP Realizado em 2019

Duração do estágio: 4 semanas

No que consistiu o estágio? Tiveste que desenvolver algo ou tratou-se de um estágio de carácter observacional?

O meu estágio curricular foi realizado no Hospital da Luz Lisboa, essencialmente no Centro de Cirurgia Robótica e Minimamente Invasiva, mas também tive oportunidade de conhecer as áreas de Radioterapia e Imagiologia. Durante as 4 semanas estive sob orientação e acompanhei o trabalho do Dr. Kris Maes, responsável pelo desenvolvimento da laparoscopia e pela implementação da cirurgia robótica no Hospital da Luz, que rapidamente se tornou um ponto de referência na Europa em relação a este tipo procedimento cirúrgico. Na visita à Radioterapia estive com engenheiras que são as principais responsáveis pelo controlo e planeamento do tratamento oncológico. Em Imagiologia, estive com diretor deste serviço clínico e com a equipa técnica a acompanhar no backstage os procedimentos e exames médicos que se realizam nesta unidade.

O estágio realizado foi ao encontro das tuas espectativas?

Foi um estágio direcionado para a observação clínica, visto que foi realizado numa entidade que presta serviços de saúde, dos quais se espera uma resposta tão rápida e exata quanto possível, onde é exigido o máximo rigor e erros não são aceites. Assim sendo, tornou-se complicado contribuir com algo feito por mim, tendo em conta o meu nível de formação e conhecimentos académicos. Apesar de compreender e concordar, lamento não ter conseguido concretizar algo durante este período. No entanto, valeu a pena porque tive oportunidade de dar a conhecer a muitos profissionais da área o nosso curso, de observar tecnologia de ponta utilizada ao serviço da saúde e de compreender o valor da integração da Engenharia Biomédica na Medicina.