“ O CHULC é um hospital central, com ensino universitário e formação pós-graduada, com elevada diferenciação científica, técnica e tecnológica, sendo reconhecido pela excelência clínica, eficácia e eficiência assumindo-se como instituição de referência. ”

Localização: Arroios, Lisboa.

Missão: O CHULC, EPE tem por missão prestar cuidados de saúde diferenciados, em articulação com as demais unidades prestadoras de cuidados de saúde integradas no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

A actividade do CHULC, EPE assegura a cada doente cuidados que correspondam às suas necessidades, de acordo com as melhores práticas clínicas e numa lógica de governação clínica, promove uma eficiente utilização dos recursos disponíveis, abrangendo, ainda, as áreas de investigação, ensino, prevenção e continuidade de cuidados, conforme o primado do doente.

Especialidades: O Hospital Dona Estefânia faz parte do Centro Hospitalar do Centro Lisboa e prima pela reputação em Pediatria possuindo as seguintes especialidades: Anestesiologia, Cirurgia Pediátrica, Estomatologia Pediátrica, Genética Médica, Imunoalergologia, Imunohemoterapia, Medicina Física e de Reabilitação, Neurocirurgia Pediátrica, Neuropediatria, Neurorradiologia, Ortopedia Infantil, Otorrinolaringologia Pediátrica, Patologia Clínica, Pediatria Médica, Psiquiatria da Infância e da Adolescência, Radiodiagnóstico

Projetos:  Um dos projetos do Hospital Dona Estefânia é a Liga dos Amigos do Hospital Dona Estefânia( LAHDE).Foi criada para dar apoio às crianças assistidas pelo hospital, bem como às suas famílias.O trabalho desenvolvido pela LAHDE envolve ações pontuais e projetos a médio prazo, que contribuam para colmatar algumas lacunas deixadas pelo apoio oficial do hospital e promovam o conforto e autonomia das crianças e suas famílias. São o veículo daqueles que queiram apoiar o hospital através da doação de equipamentos ou obras de melhoria de infraestruturas, ou no apoio genérico, em projetos mais abrangentes como um fundo de emergência para acorrer a situações inesperadas.



Os nossos estagiários

Beatriz Mendonça

Estágio PIPP Realizado em 2020

Duração do estágio: 1 mês

No que consistiu o estágio? Tiveste que desenvolver algo ou tratou-se de um estágio de carácter observacional?

O estágio foi realizado no serviço de Medicina Física e de Reabilitação do Hospital Dona Estefânia e foi-me proposto pela Professora Cláudia Quaresma. Consistia em informatizar um dos muitos Questionários que tinham, através de um programa em MATLAB. O questionário utilizado era feito a um Cuidador da Criança, era preenchido por um Profissional de Saúde e tentava analisar se a criança tinha alguma deficiência a nível visual, auditivo, tátil, entre outros. Era um questionário importante para ajudar a detetar alguma doença que a criança pudesse ter. Porém, como era um formulário muito comprido e com muitas condições, acabava por demorar algum tempo a ser calculado e analisado pelo profissional e, com isso, acabava, muitas vezes por não ser feito. Ao ser informatizado seria já uma questão de segundos a calcular e era gerado automaticamente um documento pdf onde estava explícito a analise do questionário. O software ainda não foi implementado porque o problema do MATLAB, na versão gratuita, é que apenas está disponível por 30 dias e, para além disso, não dá para converter o programa num software executável, mas ainda vou tentar que seja executável!

O estágio realizado foi ao encontro das tuas espectativas?

A nível de horas, foi um trabalho muito autónomo em que eu é que geria as horas que trabalhava. Só fui 2 vezes ao hospital para falar com a fisioterapeuta. Foi um estágio que, por um lado, ajudou-me a ganhar um pouco de experiência a nível de informática, aplicando aquilo que fomos aprendendo na vida real, por outro lado, acho que faltou mais a interação com o mundo do trabalho e da saúde.