"A Fundação Champalimaud é uma casa dedicada a fazer a diferença nas mais diversas áreas da saúde humana. Usamos a inovação e todo o conhecimento científico disponível para prever e tratar doenças de forma cada vez mais eficaz e personalizada"


Maria Leonor Beleza

Presidente da Fundação Champalimaud

Localização:  Lisboa, zona ribeirinha histórica de Belém, a 12 minutos da estação de comboios de Algés

Missão:

  • Criar um ambiente propício ao desenvolvimento de programas avançados de investigação biomédica e à prestação interdisciplinar de cuidados clínicos, numa perspetiva translacional, que resultem em descobertas pioneiras na área da saúde com um reflexo direto na qualidade de vida das pessoas.
  • Liderar mundialmente ao nível da inovação científica e tecnológica com o objetivo último de prevenir, diagnosticar e tratar a doença, orientada por uma postura de desafio constante.
  • Contribuir para uma sociedade mais desperta para os problemas de saúde que atingem a humanidade.

 

Equipa: A Fundação Champalimaud reúne uma vasta equipa de destacados profissionais, internacionalmente reconhecidos e provenientes de diferentes áreas de formação e especialização. A equipa encontra-se dividida pelo Centro Clínico Champalimaud (CCC), que conta com diversos especialistas que trabalham com o objetivo de elaborar planos de diagnóstico e tratamentos personalizado para o caso específico de cada paciente, e pela Champalimaud Research, onde os profissionais se dedicam aos diferentes programas de investigação.

 

Serviços: Radiologia, Quimioterapia, Medicina Nuclear, Patologia, Radioncologia, Centro Cirúrgico, Hospitalização Domiciliária.

 

Unidades: Dermatologia, Digestivo, Ensaios Clínicos, Ginecologia, Hemato-oncologia, Mama, Neuropsiquiatria, Pulmão, Urologia.

 

Projetos: Atualmente, a Champalimaud Research possui três programas que exploram as principais áreas de investigação da Fundação: Champalimaud Neuroscience Programme, Champalimaud Physiology and Cancer Programme, Champalimaud Experimental Clinical Research Programme. Conhece mais sobre cada um destes programas.

Os nossos estagiários

Telma Esteves

Estágio PIPP Realizado em 2019

Duração do estágio: 4 semanas

No que consistiu o estágio? Tiveste que desenvolver algo ou tratou-se de um estágio de carácter observacional?

Qualquer estágio elegível para a conclusão desta unidade curricular tem (ou pelo menos tinha) de contemplar o mínimo de 80 horas. Aquando do meu estágio existia, ainda, a possibilidade de fazermos mais horas, dependendo da disponibilidade dos serviços clínicos que desejássemos acompanhar. O CCC tem uma grande variedade de unidades e serviços, cabendo a cada estudante elaborar uma proposta de estágio adequada às suas aspirações. No meu caso, pretendia descobrir, tanto quanto possível, se a área de Física Médica me fazia sentido enquanto percurso profissional. Adicionalmente, interessava-me também compreender o papel de um engenheiro biomédico ou físico em ambiente clínico. Estes focos de interesse fizeram-me preferir os serviços de Radioterapia e Medicina Nuclear como alvos do meu estágio. Não obstante o meu contacto com o CCC ter sido nesse sentido, na altura não era possível a realização de estágio em Radioterapia, pelo que acabei por acompanhar os serviços de Anatomia Patológica e Medicina Nuclear. O balanço que faço é positivo pois, ainda que tenha sido um estágio de caráter observacional, não considero que tenha estado distante ou deslocada do contexto de trabalho, ou até que tenha aprendido menos. Em Anatomia Patológica tive oportunidade de ver ao vivo diferentes peças biológicas, de tocar em tumores, entre muitas outras coisas. Já em Medicina Nuclear considero que tenha sido uma mais-valia ter reunido com os engenheiros responsáveis, que tão bem me souberam explicar como funcionavam todas as máquinas e procedimentos no serviço, e ainda me apresentaram alguns conceitos importantes de proteção radiológica que mais tarde aprendemos no curso.

O estágio realizado foi ao encontro das tuas espectativas?

Completamente! Realço a recetividade das equipas de trabalho aos estagiários, que transversalmente às duas experiências foi sempre muito positiva.

Maria Martins

Estágio PIPP Realizado em 2019

Duração do estágio: 3 semanas

No que consistiu o estágio? Tiveste que desenvolver algo ou tratou-se de um estágio de carácter observacional?

As duas primeiras semanas do meu estágio foi feitas na unidade de medicina nuclear e a última na unidade de anatomia patológica. O estágio foi puramente observacional e orientado por técnicos especializados. Relativamente à medicina nuclear, foi possível observar os diferentes tipos de exames realizados na unidade recorrendo aos equipamentos de PET/CT e câmara gama e ainda, a elaboração laboratorial dos radiofármacos. Tive ainda oportunidade de contactar diretamente com dois engenheiros físicos que me elucidaram sobre o funcionamento dos dispositivos. No departamento de anatomia patológica, assisti a todo o processo desde a chegada das amostras biológicas até ao envio para análise.

O estágio realizado foi ao encontro das tuas espectativas?

Fui incrivelmente bem recebida por ambas as equipas e as minhas dúvidas foram sempre esclarecidas. Se a escolha do estágio fosse hoje, provavelmente optaria por um de cariz mais prático únicamente pelo facto de sentir que se consegue desenvolver outro tipo de capacidades mais úteis. De qualquer das formas, foi uma jornada de aprendizagem que inclusive me proporcionou um primeiro contacto com conceitos abrangidos nas unidades curriculares de métodos de imagem médica e radiação e radioterapia.