“Somos uma equipa dedicada a criar soluções tecnológicas inovadoras que permitam melhorar a performance mental de atletas de alta competição"

Localização: IBEB, Cidade Universitária, Lisboa

Equipa: 6 elementos, incluindo a maior especialista em neurofeedback do país, Ana Monteiro.

Sobre: A Neroes é uma jovem empresa dedicada ao desenvolvimento de soluções tecnológicas que potenciem as capacidades humanas de controlo emocional, através de técnicas de neurofeedback, com uma aposta mais forte e inovadora precisamente na forma como esse “feedback” é dado ao paciente.

A Neroes tem o mercado desportivo como alvo, estando já atualmente a trabalhar com algumas equipas de futebol nacionais, nomeadamente o Clube de Futebol “Os Belenenses” e o Sport Lisboa e Benfica. O grande objetivo da empresa é ajudar a aumentar a perfomance dos atletas por potenciar a redução da sua ansiedade/stress e melhorar a sua capacidade de controlo emocional. Para isso recorre atualmente a dispostivos e software Emotiv, os quais leiem ondas cerebrais específicas, da confidencialidade da empresa, e que são mais tarde introduzidas num videojogo. Esta componente de natureza mais gaming da Neroes possui métricas inovadoras que com o auxilio de machine learning e inteligência artificial permitem a adaptação personalizada da plataforma ao ulitlizador, maximizando assim a eficácia do seu treino de controlo emocional.

Os nossos estagiários

Miguel Barbosa

Estágio PIPP Realizado em 2020

Duração do estágio: 4 semanas

No que consistiu o estágio? Tiveste que desenvolver algo ou tratou-se de um estágio de carácter observacional?

O meu estágio foi realizado na Neroes, na altura sedeada nas instalações do IBEB (Instituto de Biofísica e Engenharia Biomédica) sob a orientação do Prof. Dr. Hugo Ferreira (CTO da empresa) e do Pedro Silva (CEO da empresa). Ambos foram cruciais no meu crescimento durante o estágio, tendo me acompanhado e auxiliado durante todo o processo.

Durante o período que estive na Neroes foi-me proposto o desenvolvimento de métricas de neurofeedback, através da análise de dados de EEG em python e ainda a elaboração de um protocolo de testes de debugging à plataforma digital da empresa. A aquisição de dados envolveu o uso do dispositivo e software Emotiv, tendo sido a sua posterior análise feita usando o Jupyter (ambiente utilizado para programar). Numa das semanas do estágio tive a oportunidade de acompanhar o CEO da empresa ao Futebol Clube Belenenses, onde Neroes está atualmente a realizar testes com os atletas.

Considero que os conhecimentos que adquiri são muito importantes no âmbito da Engenharia Biomédica, em particular, a nível do processamento de dados. Durante o desenvolvimento das métricas senti uma boa evolução do meu espírito crítico, quer na medida em que era necessário estabelecer critérios rigorosos de análise dos resultados obtidos usand pyhton, quer na medida em que foi necessário desenhar um protocolo de testes à plataforma preciso e eficiente.  Pude ainda melhorar a minha compreensão acerca das técnicas e tecnologias de controlo emocional usadas na empresa. A nível pessoal tive ainda a oportunidade de desenvolver os meus conhecimentos em “business development”, em particular, nas exigências e custos associados à criação de uma startup e sua subsequente afirmação no mercado como empresa.

O estágio realizado foi ao encontro das tuas espectativas?

Considero que a realização deste estágio foi uma experiência muito enriquecedora e benéfica sim. Não só academicamente, considerando que me possibilitou a aprendizagem de python (linguagem esta que só mais tarde aprenderei no âmbito do programa curricular do curso) como também porque me fez crescer a nível pessoal. O uso diário da plataforma e a troca de conhecimentos com o CEO da empresa (Pedro Silva) contribuíram ainda para o aumento dos meus conhecimentos no âmbito das áreas de neuropsicologia e neurofeedback. Em particular, na importância do desenvolvimento de técnicas e tecnologias inovadores que potenciem a capacidade de controlo emocional dos pacientes. Admiro muito o espírito de grande abertura,  criatividade e paixão pelo conhecimento que envolveram cada um dos dias do meu estágio na Neroes.