“Orgulhamo-nos da nossa rede nacional de hospitais e clínicas, onde trabalham os melhores profissionais, sempre disponíveis para o ajudar a cuidar da sua saúde e da sua família”

Instalações: A CUF desenvolve a sua atividade através de 19 unidades de saúde: 18 hospitais e clínicas da rede CUF e um hospital gerido em regime de parceria público-privada, o Hospital Vila Franca de Xira.

A rede CUF dispõe de nove hospitais, oito clínicas e um instituto e está presente em Lisboa, Porto, Almada, Oeiras, Cascais, Sintra, Mafra, Torres Vedras, Santarém, Coimbra, Viseu, S. João da Madeira, Matosinhos.

 

Missão: Promover a prestação de serviços de saúde com os mais elevados níveis de qualidade e conhecimento, respeitando o primado da vida e o ambiente, através do desenvolvimento do capital intelectual das organizações, numa busca permanente do melhor é a missão da CUF. Para a concretizar, a CUF desenvolve a sua atividade com base em três plataformas de excelência, nomeadamente a excelência em talento humano, a excelência no serviço e a excelência em operações e sistemas.

 

A CUF, a aposta no ensino, na formação e na investigação clínica é uma prioridade. 

Considera estratégicos para o desenvolvimento da atividade de prestação de cuidados de saúde o investimento no ensino e a cooperação com as instituições universitárias.

Tem, por isso, procurado estabelecer acordos de cooperação com as principais universidades portuguesas que se consubstanciam em intercâmbios de valor acrescentado para todos os intervenientes.

 

Valências: 

  • Desenvolvimento permanente de capacidades de inovação e planeamento;
  • Melhoria contínua de processos;
  • Aposta forte em tecnologias clínicas e de informação;

Os nossos estagiários

Pedro Rodrigues

Estágio PIPP Realizado em 2020

Duração do estágio: 1 mês

No que consistiu o estágio? Tiveste que desenvolver algo ou tratou-se de um estágio de carácter observacional?

No âmbito da unidade curricular Programa de Introdução à Prática Profissional (PIPP) realizei um estágio que teve lugar nas áreas clínicas da Neurocirurgia, Ortopedia, Neurologia, Gastrenterologia do Hospital CUF Descobertas sob a orientação do Dr. João Paulo Farias – da especialidade de Neurocirurgia e Diretor Clínico do Hospital CUF Descobertas.         Neste estágio tive a oportunidade de integrar diversas equipas cirúrgicas compostas por cirurgiões, enfermeiros e técnicos, tendo acompanhado de perto várias cirurgias e procedimentos que envolviam elementos de interesse Biomédico.  O estágio teve tanto uma componente prática, na qual acompanhei as cirurgias como também uma mais teórica, de observação de consultas, no caso da Neurologia, e compreensão dos exames que o paciente tinha, previamente, realizado.

O estágio realizado foi ao encontro das tuas espectativas?

Como eu já sabia que a Pfizer apenas possuia escritóriso em Portugal quando me candidatei, eu esperava que o estágio não estivesse muito ligado à prática científica. Tendo isto em conta o estágio atingiu as minhas expectativas e eu gostei muito! Gostava que tivesse ficado lá mais tempo para ver os resultados do trabalho que comecei a desenvolver.

João Silva

Estágio PIPP Realizado em 2020

Duração do estágio: 1 mês

No que consistiu o estágio? Tiveste que desenvolver algo ou tratou-se de um estágio de carácter observacional?

Realizei o meu estágio no Hospital CUF – Descobertas nas áreas de Neurocirurgia, Neurologia, Radiologia, Ortopedia, Medicina Nuclear e Radioterapia. Foi um estágio observacional que me permitiu perceber como funciona um dos epicentros do mundo da saúde -hospital – bem como o enquadramento da Engenharia Biomédica nesta área.

O estágio realizado foi ao encontro das tuas espectativas?

Consegui ter várias percepções de como um Engenheiro Biomédico se enquadra e influencia o ambiente hospitalar, seja a desenvolver instrumentos e equipamentos que auxiliem o planeamento de uma neurocirurgia, ou a desenvolver próteses e aconselhar o cirurgião qual a mais indicada, a cada paciente. Por outro lado, pude constatar outro tipo de aplicação do nosso curso, que falta nos hospitais de hoje em dia, a criação de software que auxiliem os médicos nas consultas.